Por Upsocl
13 mayo, 2022

Flávio Silva passou 6 anos trabalhando como gari pela manhã para depois ir estudar à noite. Ele quase não pôde descansar em todo esse tempo, mas valeu a pena. “Se você tem seu sonho, não desista dele. Você pode estar em qualquer profissão, mas corra atrás”, disse ele.

Na vida sempre haverá oportunidades para realizar os sonhos, só que para alguns será mais fácil do que para outros. Há também aqueles que devem criar suas próprias oportunidades, com muito esforço e dedicação, até alcançarem seus objetivos.

É o caso de Flávio Silva, um homem de 39 anos que trabalha como gari no município de Tibau do Sul, no estado do Rio Grande do Norte. No entanto, durante seu período neste trabalho, ele viajava constantemente para a cidade de Natal, a 78 quilômetros de distância, para estudar Direito em paralelo.

Unsplash (foto referencial)

Foi assim que esse pai de dois filhos conseguiu passar 6 anos trabalhando e estudando para se tornar o advogado que é hoje. Algo fundamental no seu processo é que ele não desistiu, apesar das enormes dificuldades, prestando vários concursos para dar com o emprego certo para alcançar seu objetivo.

“Fiquei na suplência de assistente administrativo do Detran, passei na Guarda Municipal de Tangará e passei pra gari de Tibau do Sul. Foi onde eu assumi, por ficar sabendo que tinha dois ônibus escolares que vinham para Natal. E o que eu precisava era isso, era o ônibus para vir para a universidade”, comentou, em conversa com o G1.

Para fazer isso, ele tinha que acordar todo dia às 5 da manhã e começar o dia como gari às 6 horas. Depois de 6 horas de trabalho à intempérie, debaixo do sol ou de chuva, ele viajava todo dia para a universidade, numa viagem de quase 2 horas. Era muito pouco o que ele conseguia descansar.

Flavio Silva

“O primeiro dia foi um teste, porque assisti às primeiras aulas e quando deu o intervalo, não estava entendendo nada, e bateu o desespero. Foi quando eu juntei próximo a uns colegas e eles disseram a mesma coisa, que não estavam entendendo. Então eu me senti tranquilo, mas procurando uma estratégia de como aprender”, lembrou daqueles primeiros dias.

“Teve um colega que sugeriu fazer um grupo de estudos. Aí eu aceitei na hora“, acrescentou.

Embora tenha sido difícil, para Flávio nunca existiu a possibilidade de desistir. Ele sabia que não seria um caminho fácil, mas também tinha em mente que era uma grande chance para se aprimorar e oferecer um futuro melhor para sua família. “Essa palavra não existe no meu dicionário: desistir“, disse ele.

Por isso, quando finalmente foi aceito na Ordem dos Advogados do Brasil, não aguentou a emoção. “Quando eu vi o resultado, que eu tinha sido aprovado no exame da ordem, eu chorei por quarenta minutos. Eu lembrei de todo o sacrifício que passei”, disse.

Flavio Silva

“Se você tem seu sonho, não desista dele. Você pode estar em qualquer profissão, mas corra atrás. A gente tem que procurar solução mas nunca desistir“, concluiu.

Puede interesarte