Por Upsocl
30 junio, 2021

Gabrielle nasceu como mulher, mas não se identifica com nenhum gênero. O cabelereiro não sabia e só se guiou pela anatomia. #Pride

Está claro que a inclusão e o respeito são dois valores que se devem manter de todas as maneiras, principalmente nos dias de hoje, mas também a compreensão, pois nem todos têm a mesma capacidade para entender o que ocorre. Podemos ver uma pessoa, mas não saber como se sente ou identifica, o que nos dificulta um pouco a comunicação.

Pois este é o caso de Gabrielle. Nasceu como mulher, mas se identifica como “gênero não binário”, assim como Demi Lovato e lamentavelmente sentiu que lhe faltaram com respeito enquanto cortava o cabelo em uma barbearia de Sidney.

Instagram / ddlovato

Seu barbeiro, de nome Aaron, ao que parece desconhecia sobre as pessoas não binárias e realizou alguns comentários sobre suas inexperiências em cabelo feminino. Isso, claro, olhando para o físico de Gabrielle, sem saber que se sentia ofendida com esse comentário.

Foi então que quando foi ao Instagram para mostrar o seu incômodo, deixando uma mensagem nele que expressava que era de “gênero não binário” e que tinha que cortar o cabelo sem dizer nada.  

Daily Mail

Dizer que sou garota e que não cortas ‘cabelo de meninas’ é muito sexista e fora de lugar. Meu cabelo não é biologicamente diferente ao de qualquer outro gênero. Pedi um corte de cabelo masculino e você faz”, foi parte da mensagem.

Na mensagem agradeceu o corte de cabelo, mas deixou claro que não queria que seguisse falando desse modo que gerava medo nas pessoas de sua comunidade: “Você fez um grande trabalho, adoro o meu corte de cabelo, mas situações como estas fazem com que as pessoas queer se sintam incômodas e assustadas, é por isso que a maioria de nós recorremos a cortar e a pintar o cabelo no banheiro”.

Instagram / aaron_labarber

Ao que parece, o barbeiro se sentiu ofendido com a situação e segundo conta Gabrielle, respondeu com uma mensagem de voz em que dizia que era uma “mulher que fingia ser homem”.

“Não importa se você está solicitando um corte de cabelo de homem, segues sendo mulher, ainda tens cabelo de mulher. Você é uma garota, tudo o que tens é feminino. Nada disso de ‘sou gay, agora sou um menino’. Não, homem, você é uma mulher”, disse o cabeleireiro através do seu Instagram, o qual deixou privado.

Instagram / ddlovato

Claramente é injustificável a forma na qual se expressou, mas o seu trabalho é tratar o físico das pessoas, especialmente o cabelo, e a isso é o que se refere. Por tratamentos e também por espessura, o cabelo muda segundo o sexo, podendo ser mais maleável no caso das mulheres.

Esperamos que ambos consigam encontrar um meio-termo, onde o respeito seja a prioridade.

Puede interesarte