Por Upsocl
26 noviembre, 2020

Quando o trabalhador Loren Schauers, de 19 anos, dirigia a empilhadeira por uma ponte, ele desviou e caiu mais de 15 metros, ficando preso ao solo com o enorme veículo em cima dele.

Em Montana, Estados Unidos, a história de Loren Schauers é um dos assuntos mais comentados em 2019. Porque esse jovem trabalhador de 19 anos que dirigia um caminhão industrial em uma ponte, ficou gravemente ferido depois que ele desviou e caiu de 15 metros, com as 4 toneladas do veículo que caiu em cima dele. Uma das primeiras coisas que chamou a atenção dos médicos é que ele estava consciente o tempo todo. Mesmo depois da queda, ele olhou para baixo e viu que seu braço havia explodido e que tudo abaixo de seus quadris estava esmagado.

Loren Schauers

A única chance de sobrevivência era os médicos realizarem a cirurgia de hemicorporectomia, na qual tudo abaixo de sua cintura seria amputado. Intervenção cirúrgica que os profissionais de saúde depois avisaram a sua namorada, Sabia Reiche, agora com 21 anos, que ele seria uma vítima fatal. De acordo com suas previsões, Loren não sobreviveria. Disse adeus a ele pelo menos seis vezes. No entanto, para surpresa de muitos, ele conseguiu, continuou vivendo. E o casal, que estavam juntos há apenas 18 meses na época, agora estão noivos. Este acidente os aproximou ainda mais.

“Eu estava consciente de tudo, então consegui ver como a empilhadeira caiu em cima de mim e esmagou meu corpo (…) Todos os profissionais médicos que encontro ficam bastante surpresos com tudo isso, principalmente com o histórico que acompanha minhas lesões (…) Não foi uma decisão difícil amputar metade do meu corpo, foi basicamente uma decisão entre viver ou morrer (…) Com Sabia me dando segurança ao estar ao meu lado não importa o que acontecesse e toda a minha família também junto comigo, realmente não foi uma escolha difícil para mim! “

Loren Schauers disse, de acordo com Daily Mail

Loren Schauers

Além de sobreviver a uma operação complexa, Loren teria sofrido a perda total do antebraço e da mão direita, a clavícula e o ombro direito quebrados, ele sofreu uma embolia pulmonar e precisava de um tubo respiratório. No início pensava-se que suas extremidades inferiores ainda poderiam ser salvas, então eles juntaram suas veias principais, mas sem conseguir resultados positivos. Em seguida, fizeram a primeira cirurgia, na qual deixaram o quadril direito, genitais e a coxa esquerda, porém o estado de sua pelve era tão desastroso que tiveram que realizar uma cirurgia de hemicorporectomia. Foi feita uma tentativa de salvar o esperma de Loren, mas não foi viável.

Loren Schauers

“Houve muitas conversas sinceras, de choro e tristeza durante o primeiro mês de internação (…) A primeira vez que nos despedimos foi antes da cirurgia, mas ele ainda estava com a intubação, então ele escrevia porque não podia falar (…) Na noite anterior à cirurgia, ele escreveu ‘eu te amo’ em um pedaço de papel, pois poderia ter sido nossa última noite juntos. Eu ainda tenho esse papel até hoje (…) Muitas vezes os médicos falaram que ele provavelmente ia morrer, então tínhamos essas longas conversas de ‘eu te amo’ e tudo mais (…) Os médicos falavam que ele ia morrer, então a gente se despedia e logo vimos que ele não ia morrer (…) Ele era péssimo, para falar abertamente, a gente odiava ele. A saúde dele estava nos incomodando, tipo ‘haha, estamos bem agora, mas vamos morrer logo então todo mundo vai ficar triste’, mas então ele sobreviveu. “

– disse Sabia Reiche, sua namorada–

Loren Schauers

Depois de passar um mês em Seattle (Washington), Loren foi transferido para um hospital em Montana, para ficar mais perto de sua família e para que pudessem visitá-lo com mais frequência. Os médicos ainda acreditavam que ele morreria e queriam que ele passasse o máximo de tempo possível com seus entes queridos. Mas sua saúde começou a melhorar em um ritmo raramente visto antes. Posteriormente, acreditavam que ele precisaria de pelo menos um ano e meio de recuperação no hospital, mas levou apenas três meses, junto com quatro semanas de reabilitação. Depois disso, ele pôde voltar para casa.

Loren Schauers

Ao voltar para casa, Loren tentou ser o mais independente possível. Ele aprendeu a colocar sua prótese cúbica sozinho e pode sentar-se na cadeira de rodas sem ajuda. Ele está atualmente desempregado e recebendo uma compensação, mas adoraria se tornar um influencer no Twitch, um serviço de transmissão ao vivo para temas de videogame. Além disso, ele propôs Sabia em casamento, no dia 17 de julho, na data do aniversário deles. Um casal inseparável que será declarado marido e mulher em 2021 ou 2022.

Ainda passarão muito tempo juntos.

Puede interesarte