Por Upsocl
13 enero, 2022

Eunice Otieng ficou sozinha com a sua pequena de 5 anos depois de que seu marido fosse embora com outra mulher e perdeu a sua casa ao se atrasar com o aluguel. Tudo isso a motivou a seguir em frente para ter uma casa para ela e sua filha.

Quando alguém menos espera, vive viradas na vida que parecem ser negativas enquanto não se trata de reparar a respeito. No mundo há muitas mulheres que encaram a vida com o objetivo de cuidar dos seus filhos e seguir com a sua família adiante, como Eunice Otieng, uma mãe queniana que foi traída por seu esposo que a deixou por outra mulher.

O problema não foi tanto esse, mas que a deixou com empréstimos por pagar o que fosse destinado a ele. Não soube apreciar a sua ajuda e a largou. Eunice tinha ficado com a sua filha e, além disso, sem casa, porque o inquilino as despejou por não estar em dia com o aluguel.

O desafio que tinham sobre elas era enorme, mas não impossível.

Eunice Otieng

Eunice trabalha como enfermeira e, apesar do que ganhava não fosse muito, lhe serviu para tomar a iniciativa de seguir adiante como seja. “Quase me irrito com meu pequeno salário. Não tive mais opção do invés de pensar em como começar a vida desde o zero. Tinha uma motocicleta que peguei e comecei um trabalho como serviço de transporte”, disse a mulher a Tuko.

Durante o dia transportava passageiros em sua motocicleta e nas noites trabalhava como enfermeira. Ela tinha um plano em mente, a vida não é tão cruel depois de tudo e sempre há algo para o momento adequado. Eunice tinha comprado um terreno muito antes de se casar, sem casa, mas começou a construi-la.

Eunice Otieng

Decidi que trabalharia duro para que minha filha tivesse o melhor. Acredito que estava trabalhando duro com muita ira para mudar a minha vida. Por isso consegui terminar a casa”, disse Eunice a Tuko.

Seu esforço lhe permitiu obter mais rendas para ter a sua casa pronta e, além disso, empreender em um pequeno negócio. Sua maior inspiração foi a sua pequena de cinco anos. “Lhe presenteei com a casa para secar as lágrimas que choramos quando o proprietário fechou nossa casa.  Prometi transformá-la em dona de casa nessa linda idade”, disse a mulher a Tuko.

Eunice Otieng

Uma história muito inspiradora que ensina que se pode começar do zero.

Puede interesarte