Por Upsocl
7 abril, 2021

Com 26 anos, Sarifah Salmah Tuan Embong conseguiu convencer o seu marido, Saiful Abdul Satar, de 34 anos, a se casar com Nur Elyana, de 18 anos. Ela trabalhou durante 4 anos para a família.

Há poucos dias, um casal da Malásia causou muito ruído ao somar uma insuspeita terceira integrante em sua relação. Devido ao fato do casal muçulmano residente em Jahor Bahru e composto por Sarifah Salmah Tuan Embong, de 26 anos, e seu marido, Saiful Abdul Satar, de 34 anos, ter um vazio em seu compromisso que necessitava ser preenchido. Ambos sempre se amaram, mas ainda ele tinha muito amor para dar e ela necessitava uma amiga e companheira como esposa, e alguém que desse mais filhos ao seu querido esposo.

Harian Metro / Youtube

Foi assim como Sarifah Salmah Tuan Embong decidiu recomendar e convencer o seu esposo para que se casasse também com Nur Elyana, uma mulher de 18 anos, que até então era a babá do único filho desse casal, Amir Malik Saiful, um menino de 7 anos de idade.

Ambas, há muito tempo, queriam o bem uma da outra como amigas e quando Sarifah sofreu um aborto espontâneo em 2019, além de valorizar o apoio e a companhia que Nur lhe deu, também se deu conta que ela poderia ser capaz de dar aos filhos que tanto queria o bem do seu marido. Algo importante em toda relação islâmica.

Harian Metro / Youtube

“Não é uma estranha para mim e meu esposo porque ela é nossa babá e viveu com a gente durante os últimos quatro anos (…) De fato, nossa relação não é como empregadora e empregada porque já a considerava como minha própria irmã (…) Meu filho também é próximo a ela. Por isso não me importa aceitar Yaa como a segunda esposa do meu marido, não como a outra mulher, porque eu a conheço há muito tempo (…) Falei com a família antes de tomar a decisão e eles a aceitaram depois de que expliquei as minhas razões (…) Ela me acompanhou, acompanhou o meu filho quando meu esposo não estava em casa devido ao trabalho (…) Então, acredito que é uma boa mulher e capaz de levar adiante os seus deveres como esposa, apesar de ser jovem”.

–disse Sarifah Salmah Tuan Embong, segundo informou Harian Metro

Harian Metro / Youtube

Da sua parte, Nur Elyana, que durante 4 anos foi babá da família, admitiu ter ficado bastante surpresa quando foi proposto a ela e a sua família se casar com o marido de Sarifah, já que ele também o considerava como um amigo e um empregador.

No entanto, finalmente o casamento foi levado adiante em um escritório de Assuntos religiosos, em Mersing. Na Malásia, a poligamia é legal enquanto haja permissão de um tribunal da sharia.

Também me surpreendeu quando Kak Sa [o apelido de Sarifah] expressou o seu desejo de que me casasse com o seu esposo (…) No entanto, falei primeiro com minha família e com Alhamdulillah, eles deram suas bênçãos ao casamento (…) Este é o destino e, como segunda esposa, estou pronta para ceder diante de Kak Sa e não tenho problemas para me adaptar porque vivi com ela durante muito tempo (…) De fato, pedi a Kak Sa que usasse um vestido de noiva da mesma cor porque queria celebrar o dia feliz com ela”.

– declarou Nur Elyana

Harian Metro / Youtube

O casamento foi realizado no dia 18 de março de 2021, e ficou conhecido por meio de uma série de vídeos que foram publicados na rede social TikTok. Neles, se pode ver Nur e Sarifah felizes com o mesmo vestido e compartilhando, desde esse momento, o mesmo marido.

 

Puede interesarte