Por Upsocl
30 julio, 2021

O mergulhador britânico Thomas Daley ganhou a sua primeira medalha de ouro, após a prova de saltos ornamentais e dedicou uma potente mensagem à comunidade gay: “Espero que qualquer jovem LGBT possa ver que não importa o quão sozinho você se sinta agora, não estás sozinho. Podes conseguir qualquer coisa”.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 já estão dando as suas primeiras medalhas e seus campeões celebrando os seus triunfos, depois de um ano de pausa fruto da pandemia do coronavírus. Nesse plano, entre os que já desfrutaram do triunfo está Tom Daley junto com Matty Lee, a dupla britânica conseguiu o ouro no mergulho, na prova de saltos ornamentais.

Vencendo a China por apenas 1,23 pontos, ambos medalhistas passaram a receber o esperado prêmio e, claro, fizeram uma coletiva de imprensa para falar sobre os desafios para chegar às olimpíadas. No entanto, dentro desse discurso chamou a atenção a potente declaração que Thomas Daley fez.

AP

Através de um emotivo discurso, o mergulhador de 27 anos não só falou de seus desafios como atleta, mas também no plano pessoal dedicou uma potente mensagem para a comunidade LGBTQ+, da qual faz parte.

“Saí do armário em 2013 e quando era mais jovem sempre me senti como o que estava só e era diferente. Acreditava que não me encaixava. Tinha algo em mim que me dizia que nunca ia ser tão bom como o que a sociedade queria que eu fosse”, começou dizendo Tom Daley.

Getty Images

No entanto, apesar desses momentos de dificuldades, o mergulhador seguiu em frente, treinou duro e conseguiu o sonho que hoje se transforma nesta medalha de ouro. Por isso, motivou a sua comunidade a sair do mundo e não ter medo:

Espero que qualquer jovem LGBT possa ver que não importa o quão só te sintas agora, não estás sozinho. Podes conseguir qualquer coisa. Tens uma grande família, essa que escolheu, que está te apoiando… Estou incrivelmente orgulhoso de dizer que sou um homem gay e campeão olímpico”.

—disse Thomas Daley em Tokio 2020—.

Getty Images

Além disso, finalizou dizendo que “me sinto muito empoderado. Quando eu era mais jovem, pensava que nunca poderia conseguir nada precisamente por ser quem eu era. Ser campeão olímpico agora demonstra que podes conseguir qualquer coisa”.

O jovem de 27 anos conseguiu a medalha dourada em Tóquio, depois de participar em Pequim 2008, com só 14 anos; Londres 2012, onde ganhou medalha de bronze; e Rio 2016.

Um grande atleta e uma grande referência!

Puede interesarte