Por Upsocl
15 noviembre, 2021

Mateus, de 18 anos, gastou todas as suas economias para viajar a São Paulo, mas teve que dormir no terminal. A polícia militar fez uma coleta e lhe entregou cerca de R$ 490 para que pudesse voltar para a sua cidade natal.

Em época de internet, tem proliferado diferentes aplicativos e ferramentas que tornam cada vez mais comum que as pessoas possam conhecer gente de outros países e de outras latitudes do mundo.

No entanto, assim como existe facilidade para poder formar laços de amizade com as pessoas que não conhecem de forma física, também se gerou mais possibilidades de que tenha pessoas que cometam enganos e fraudes através destes meios.

Pixabay

Isso ocorreu com Mateus, um jovem brasileiro de 18 anos que conheceu o amor pela internet. Segundo informação do veículo de comunicação Visa Oeste, Mateus manteve uma relação durante dois anos com uma menina chamada Luana, por meio de conversas por chat.

Como estava tão apaixonado e a relação virtual foi avançando cada vez mais, o jovem teve a ideia de se mudar para Osasco, cidade de onde vinha a suposta menina. Foi então que economizou dinheiro que tinha obtido trabalhando em empregos ocasionais e comprou uma passagem de ônibus para viajar.

Pixabay

A viagem foi de mais de mil quilômetros e ele estava emocionado por se encontrar pela primeira vez com Luana, que só conhecia por mensagens de texto.

Mas ao chegar até São Paulo, em Osasco, a sua namorada virtual deixou de responder as mensagens e perdeu todo o contato com ela. Quando o ônibus chegou até o terminal se deu conta que não havia ninguém esperando por ele e com o passar das horas Luana o bloqueou de todas as redes sociais. Mateus tinha sido enganado.

Brigada Militar de Rio Grande do Sul

Desesperado e com só 3 dólares em seu bolso tentou pedir ajuda aos policiais militares que faziam a segurança do terminal. Um deles se aproximou e decidiu ajuda-lo, mas na primeira instância lhe disse que esperasse porque podia ser que a jovem aparecesse a qualquer momento.

Mateus dormiu no terminal e se deu conta que sua namorada virtual não aparecia. Os soldados se encarregaram dele e começaram a fazer as gestões para que pudesse voltar à sua cidade natal. Foi assim que arrecadaram quase 90 dólares para que pudesse comprar passagens de volta para a sua casa.

Brigada Militar de Rio Grande do Sul

Houve momentos em que pensei que não poderia voltar. Quero deixar a vocês muitos agradecimentos por tudo o que fizeram por mim”, explicou o jovem, que se aproximou chorando desesperadamente até os militares.

Por sorte, para o jovem tudo acabou de boa maneira e conseguiu voltar são e salvo até a sua casa em Gravataí. Além do dinheiro para as contas, os policiais lhe entregaram alguns obséquios para que pudesse esquecer aquela má experiência.

Puede interesarte