Por Upsocl
28 mayo, 2020

Myka Stauffer disse que decidiu «realocar» Huxley, uma criança com autismo que adotou da China, por «necessidades médicas». “Ele precisava mais», disse.

Myka Stauffer, uma youtuber popular adotou um garotinho da China anos atrás. Em sua conta, ela documentou toda a jornada de adoção e sua vida com ele. Tudo parecia estar indo bem, mas na terça-feira provocou polêmica na internet quando ela anunciou que, juntamente com o marido, decidiram «realocar» o filho devido a problemas comportamentais.

Os seguidores de Stauffer e outros usuários criticaram a decisão da youtuber, que passou anos compartilhando detalhes íntimos da vida de seu filho Huxley em seu canal digital, com o qual ela ganha dinheiro.

Instagram @mykastauffer

Myka compartilhou conteúdo sobre adoção antes mesmo de Huxley chegar à sua família em 2017. O canal, que tem mais de 700.000 inscritos, exibe vídeos falando sobre o assunto desde 2014.

Em julho de 2016, o casal postou um vídeo intitulado «GRANDE ANÚNCIO || BEBÊ # 4 ”, onde anunciaram que queriam adotar uma criança da China.

Myka produziu 27 vídeos sobre sua «jornada de adoção», incluindo uma série de 13 atualizações da adoção. Na série, Myka respondeu a perguntas sobre o processo na China e como se sentia.

Instagram @mykastauffer

Myka até organizou um levantamento de fundos para cobrir as necessidades de Huxley. A “campanha” consistia em cada pessoa doando cinco dólares, desbloqueando uma peça diferente de um quebra-cabeça de mil peças, que, no final, seria uma foto de Huxley que revelaria ao mundo.

Os vídeos criados por Myka geram dinheiro através de seus patrocinadores e ela mesma confessou que estava usando esses recursos para trazer seu filho da China.

Embora tudo parecesse perfeito, Myka garantiu a Parade que Huxley tinha um tumor e um dano cerebral. Ela confessou que, a princípio, eles não estavam abertos à adoção de necessidades especiais, mas “quando deixamos a ideia profundizar, Deus amoleceu nossos corações. Antes que percebêssemos, estávamos abertos a quase todas as necessidades especiais ”, escreveu.

Instagram @mykastauffer

Quando Huxley tinha 2 anos e meio, seus novos pais viajaram para a China para encontrá-lo. O vídeo foi um sucesso: teve 5,5 milhões de visualizações. O menino chegou em sua nova casa e o registro da sua vida não parou. De fato aumentou. E os assinantes de Myka também.

A youtuber não perdeu a oportunidade e também escreveu sobre sua experiência em diferentes blogs e entrevistas com revistas para pais.

No texto para Parade, ela disse que, quando Huxley chegou em casa, eles perceberam que seu arquivo de necessidades especiais era «impreciso», mas que ele sofreu «um derrame, tem autismo nível 3 e distúrbio sensorial».

Instagram @mykastauffer

“Ele é um ótimo garoto e sua condição não envolve tanta atenção em geral: tudo o que ele precisa é de um coração grande e de paciência todos os dias. É um tipo diferente de paciência ”, ela escreveu.

Em outra entrevista ao Moms.com, Myka falou sobre os desafios de sua adoção, mas insistiu que valia a pena no final. Em 16 de fevereiro deste ano, Myka comentou em um vídeo sobre como é difícil lidar com suas necessidades especiais.

O garoto continuou aparecendo no canal de Instagram e YouTube da sua mãe até o final de 2019 e também em 2020. No entanto, há algum tempo, seus seguidores notaram que ele não estava mais aparecendo. Passou o dia das mães e nenhuma pista de Huxley. Os seguidores exigiram explicações.

Instagram @mykastauffer

Até os fãs começaram com Justice for Huxley e MykaStaufferFan para pressionar Myka a responder suas perguntas, informou Buzzfeed.

Dias depois, a verdade cruel veio à tona: a família Stauffer publicou um vídeo onde dizia que Huxley tinha sido retirado da sua casa para deixarem ele com outra família. Eles garantiram que era para o bem-estar emocional da criança.

Segundo o relato dela, o garoto tinha várias necessidades especiais que eles não tinham conhecimento até que ele veio para os Estados Unidos. «Após várias avaliações, vários profissionais médicos sentiram que precisavam de um ajuste diferente em suas necessidades médicas, precisava mais», disse Myka.

Instagram @mykastauffer

O casal disse que não havia se referido ao evento até agora para dar privacidade a Huxley e por razões legais, mas não deu detalhes. Myka acrescentou que «99% das lutas» nunca foram compartilhadas no seu canal do YouTube pelo mesmo motivo. Em um comentário no vídeo, Myka disse que «várias coisas aterrorizantes aconteceram em casa com nossos outros filhos».

Huxley agora vive com outra família, que Myka diz ser «perfeita» e que eles sempre amarão o pequeno. O vídeo estava repleto de comentários de apoio. No entanto, muitos outros também ficaram desconfortáveis ​​com a situação, principalmente porque Huxley era uma parte tão importante do canal monetizado da família.

Puede interesarte