Por Upsocl
3 February, 2022

Cada vez que visita a sua esposa, leva uma cadeira de plástico e se senta junto ao seu túmulo durante horas. Apesar de que a morte os tenha separado momentaneamente, ele segue acompanhando ela.

Quando os casais se casam e celebram esse dia especial que lembrarão para sempre, há uma frase que significa tanto para eles como para os convidados. Trata-se de “até que a morte os separe”, onde se dá a entender o caráter permanente da união entre duas pessoas e o casamento.

Mas há uns dias se conheceu o caso de um idoso que, apesar de que a morte os tenha separado fisicamente de sua esposa, ele decidiu acompanhá-la para sempre.

Ryan Icaro

É que aquele idoso, a única coisa que desejava era que a cumplicidade, o carinho e a lealdade que tinham tido, pudesse durar para sempre. Ainda quando a mulher já não estivesse no plano terrestre e estivesse presente em seu espírito.

A cena foi registrada por um comediante brasileiro, chamado Ryan Ícaro, que segundo informação de Razões para Acreditar, descreveu a história como “arrasadora”.

Ryan Icaro

No registro se pode ver como o idoso levou uma cadeira até o lugar do caixão da sua esposa e se senta aí, acompanhando ela durante todo o dia. Ryan, que foi testemunha do momento, explicou que “todos os anos passava o Natal junto à sua esposa e que como ela não estava nas datas importantes, ele estava com ela”.

Além disso, o idoso contou que a sua esposa se foi deste mundo há cinco anos e desde esse momento não se perde nenhuma data especial para visitá-la no cemitério. Quando a visita, passa horas ao lado do seu caixão para lembrar daquela mulher com quem foi feliz na vida.

 

Assim, a cada ano sua presença é sagrada no caixão de sua esposa, com quem se senta para conversar e acompanhá-la nos dias especiais. “Aproveitemos amigos, porque tudo vai muito rápido. Esta mensagem são só palavras, assim que levem para as suas vidas”, escreveu Ryan.